Portal NOticias de Uruçui

Clinica ISO topo
Previdência social no Brasil

ARTIGO: Conheça os tipos de aposentadorias do INSS

Publicada em 28 de Junho de 2018 às 07h35


Conheça os tipos de aposentadorias do INSS

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

A previdência social é o fundo de seguro nacional que regulamenta todos os benefícios sociais apresentados aos cidadãos brasileiros.

Por meio do Instituto Nacional do Seguro Social é que é feito o pagamento dos valores devidos aos segurados.
Dentre os benefícios apresentados pelo INSS os mais famosos e que tem o anseio da população são os benefícios ligados a aposentadoria.

Para cada tipo de aposentadoria existem requisitos específicos que devem ser observados para que o contribuinte possa ter acesso a essa forma de auxílio apresentada pela previdência.

1. APOSENTADORIA POR IDADE

Ao querer o benefício da aposentadoria por idade, o primeiro pensamento que deve passar pela cabeça do segurado é se ele se encaixa nos requisitos apresentados pela previdência.
Esse benefício é fornecido para aqueles cidadãos que possuem no mínimo 65 anos de idade se forem homens e 60 anos de idades se forem mulheres.

Outro grande requisito que passou a vigorar a partir de 1994 foi o tempo de carência. O tempo de carência funciona como um período mínimo em que a pessoa deve ter contribuído para o INSS.

Para a aposentadoria por idade esse período é de 15 anos, o que equivale a 180 meses.

Mas, apesar de haver esse período, fique calmo, pois não é obrigatório que ele seja ininterrupto. Você pode muito bem ter laborado em um lugar, depois passar um tempo desemprego e laborar novamente em outra empresa e na idade certa requerer o benefício.

O que o cidadão também deve ficar atento é que a aposentadoria por idade possui uma flexibilização quando fala nos trabalhadores rurais. Para essa classe o requisito da idade é alterado em 5 anos, sendo apenas cobrado 55 anos para as mulheres e 60 anos para os homens.

2. APOSENTADORIA ESPECIAL

Como o próprio nome já diz, a aposentadoria especial apenas é concedida quando o trabalhador está laborando em uma condição especial que afeta drasticamente a sua saúde física.

A saúde e a integridade física são os bens mais protegidos pela previdência social, já que um bom país é aquele que possui trabalhadores saudáveis e dispostos.

Por essa forma, foi criada a aposentadoria especial.
A sua concessão é feita com base em um laudo médico que atesta que o trabalhador está exercendo sua atividade em um lugar considerado especial.

Lembrando que não há um rol que exemplifique quais são os trabalhos que garantem esse tipo de aposentadoria ao seu pessoal. É necessário provar que a atividade prejudica a sua saúde.

Por ser um tipo diferenciado de aposentadoria, não há também um período específico de contribuição obrigatório, como há para os demais tipos. Esse e outros requisitos irão variar de caso a caso.

3. APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO

A aposentadoria por tempo de contribuição é uma espécie de aposentadoria que depende exclusivamente do contribuinte que tem certeza que seguindo os requisitos obrigatórios terá direito ao seu benefício.
Para essa forma de aposentadoria, se você for homem, deve trabalhar por 35 anos. Caso seja mulher, a idade decai em 5 anos sendo necessários 30 anos.

A regra pode ser alterada se você se enquadrar na categoria de professor. Para essa classe, o funcionamento dos requisitos é modificado e é necessário 50 anos de idade e 25 de contribuição para as mulheres e 55 anos e 30 de contribuição para os homens.

4. APOSENTADORIA POR INVALIDEZ

Um tipo de aposentadoria passada ao trabalhador que não tem como exercer alguma atividade remunerada.
Concedida por meio de perícia médica, a aposentadoria por invalidez, em regra, é indicada pelo próprio médico do instituto que ao analisar o laudo do paciente verifica que o mesmo não pode exercer sua função e nem ser reabilitado para outra.

Esse benefício apenas pode ser solicitado se o cidadão já tinha no mínimo 12 meses de contribuição.

E assim como em todos os benefícios que precisam de perícia, a aposentadoria por invalidez pode ser suspensa a qualquer momento se for provado que o segurado se encontra em condições aptas para o trabalho.
Para consultar seus benefícios e se já completou os requisitos para concessão, você deve entrar no Meu INSS e realizar o seu pedido de aposentadoria.

COMO SER UM CONTRIBUINTE DA PREVIDÊNCIA SOCIAL?


A forma mais simples do trabalhador brasileiro se filiar a previdência social é possuindo um trabalho com carteira assinada.

Já para o trabalhador autônomo a forma de filiação é como contribuinte individual e o seu pagamento será feito no equivalente a 20% do salário mínimo vigente na época.

Outra modalidade de contribuintes é denominada de facultativos; essa opção é dada aos menores de 16 anos de idade, para as donas de casa e para os que estão desempregados.

Dessa maneira, para aqueles que desejam se filiar, é só ir pessoalmente a uma das agências da previdência social, ou ligar para o número 0800 78 0191 ou acessar o seu site oficial por meio do link ao lado http://www.previdencia.gov.br/.

Em caso de dúvidas sobre o texto é só entrar em contato com a nossa equipe para lhe ajudar.

http://www.saibaseusdireitos.org/meu-inss-consulte-seu-beneficio/


Artigo de Diego Castro
Tags: aposentadorias - INSS

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade