Portal NOticias de Uruçui

Hibisco
Estava perto do refeitório

BRUMADINHO: Piauiense Edson Rodrigues trabalhava na Vale e esta desaparecido

Publicada em 28 de Janeiro de 2019 às 16h15


Foto: arquivo da família Foto: arquivo da família

O piauiense Edson Rodrigues dos Santo, de 45 anos de idade e é natural de Guadalupe, cidade há cerca de 360 km, no sul do Piauí. Ele está na lista das pessoas desaparecidas no acidente da barragem de Brumadinho-MG.

Segundo informações de Francisco Rodrigues dos Santos, irmão de Edson Rodrigues, ele trabalhava há 3 meses no local do acidente, em Brumadinho.

"Aqui nos falávamos diariamente com ele, né? ele falava com minha irmã, falava comigo, as vezes falava com papai também, entendeu? As minhas irmãs elas não tão bem não, tão tomando medicação, tal? eu tô segurando a barra, né? Já vivi em alguns países pesado, e papai não tá sabendo de nada, certo? E a esposa dele lá em Minas está sendo acompanhada, pelo médico, já esteve internada, mas já saiu e tá tem o apoio da psicóloga lá da empresa", relatou Francisco.

Edson Rodrigues saiu do Piauí em 1993 e já trabalhou na Usiminas e na Odebrech, além de já ter trabalhado na Africa do sul, Líbia e na Venezuela e era considerado um profissional experiente. Segundo o seu irmão Francisco, Edson foi visto pela última vez fora do refeitório momentos antes do desastre, ele estava em companhia de uma pessoa por nome de Pedro Bernardino.

Ele trabalhava na empresa terceirizada Reframax, prestadora de serviço da Vale, calcula-se que cerca de 70 funcionários da empresa trabalhavam na área da mina.
A contagem da Reframax é menor. De acordo com a empresa, 58 de seus colaboradores trabalhavam na mina corrego do feijão.

"Ele desempenhava a função de encarregado na área de montagem na parte de combate a incêndio né, e a esposa dele me informou que a Reframax, que é a empresa prestadora de serviço, tá dando todo apoio a ela, com psicólogo, tudo direitinho, tá tudo sendo acompanhado", disse Francisco

Procurada, a Reframax informou que "está em contato com a vale e familiares dos colaboradores para a identificação dos desaparecidos" e solidarizou com todas as vítimas e suas famílias.

"Mas segundo a informação das pessoas que estão lá, ele foi visto, foi visto fora do refeitório na hora do acidente! Então a gente crer que, que ele tá vivo, né, e? vamos orar pra isso!", completou Francisco.



Por Jackson Coelho


» Siga-nos no Twitter
Tags: Piauiense - BRUMADINHO - Vale

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade
Publicidade