Portal NOticias de Uruçui

Hibisco
Viajava de Salvador para Macei

Cantor Gabriel Diniz morre aos 28 anos em acidente aéreo em Sergipe

Publicada em 27 de Maio de 2019 às 22h35




O cantor Gabriel Diniz e os pilotos Linaldo Xavier e Abraão Farias morreram nesta segunda-feira (27) em um acidente com um avião monomotor, em Sergipe.

Gabriel Diniz fez um show na noite de domingo (26) na cidade de Feira de Santana, na Bahia. Com a alegria de sempre, o cantor embalou um público de três mil pessoas. Gabriel dormiu em Feira de Santana.

Nesta segunda-feira (27), por volta de 6h30, foi para Salvador de carro com um amigo. No fim da manhã, embarcou no aeroporto da cidade num avião monomotor para Maceió. Gabriel estava com dois amigos que são pilotos: Linaldo Xavier e Abraão Farias.

O cantor seguia para Maceió comemorar o aniversário da noiva, Caroline Calheiros. Antes de decolar, GD, como era conhecido, publicou um vídeo nas redes sociais.

Por volta do meio-dia, quando tinha acabado de passar da divisa entre os estados da Bahia e de Sergipe, o avião caiu na região de Porto do Mato, município de Estância. Foram os moradores que avisaram a polícia da queda da aeronave.

?Quando eu saí, eu vi que ele não estava normal, ele já ia meio desgovernado?, contou um morador.

A equipe do JN conseguiu chegar até próximo ao local, que é de difícil acesso. Havia muitos galhos. Mas do local foi possível ver os destroços do avião.

Leonardo é bombeiro civil, morador da área, e foi o primeiro a chegar ao local e identificar, pelos documentos, que uma das vítimas era o cantor Gabriel Diniz.

Repórter: ?Qual a imagem que você viu assim que você chegou??

Leonardo: ?Destruição, totalmente. O avião todo destruído. E a área do manguezal toda desmatada. O avião estava bem enfiado na lama, não teria como poucas pessoas tirarem e acharem o corpo?.

Um rio estreito abre caminho até o local da queda. Partes dos bancos e objetos pessoais ficaram na margem do mangue.

O monomotor que caiu era do modelo Piper Cherokee, prefixo PT-KLO, e tinha capacidade para quatro pessoas. Ele pertencia ao Aeroclube de Alagoas.

O avião estava em situação regular e tinha permissão da Agência Nacional de Aviação Civil apenas para fazer voos de instrução, mas não era autorizado para táxi aéreo.

O Aeroclube de Alagoas afirmou que o avião não estava sendo usado para táxi aéreo ou frete; que Gabriel Diniz estava de carona, porque era amigo dos pilotos; e que Abraão Farias era quem estava no comando no momento da queda.

?Essa aeronave foi para Salvador, porque os pilotos são amigos e são membros do Aeroclube de Alagoas, também são diretores daqui. Então, eles deslocaram o avião, aqui no aeroclube, pegaram o avião e foram para Salvador passar um fim de semana. E deram uma carona para o Gabriel?, explicou Abinadab Silva, piloto e diretor financeiro do Aeroclube.

Integrantes do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, o Cenipa, vão investigar a queda. Na noite desta segunda, a Anac suspendeu as operações do Aeroclube de Alagoas e interditou os nove aviões que operam no local. A agência também abriu um processo administrativo para apurar possíveis irregularidades em relação à operação do avião acidentado.


Com informações do G1


» Siga-nos no Twitter
Tags: Gabriel Diniz - acidente aéreo

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante