Portal NOticias de Uruçui

Hibisco
Países restabeleceram relações

Casa Branca está aberta a visita de Raúl Castro após EUA e Cuba retomarem relações

Publicada em 18 de Dezembro de 2014 às 22h58


Países restabeleceram relações Países restabeleceram relações A Casa Branca abriu a possibilidade, nesta quinta-feira (18), de uma eventual visita do presidente de Cuba, Raúl Castro, um dia depois do anúncio dos dois países de recompor suas relações diplomáticas.

» Siga-nos no Twitter
"Não descartaria uma visita do presidente Castro", disse o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, que destacou na quarta-feira que uma viagem do presidente Obama à ilha tampouco estaria excluída.

Mas Earnest esclareceu que as duas possibilidades eram "hipotéticas".

Os comentários foram feitos depois que o presidente americano, Barack Obama, e seu colega cubano, Raúl Castro, anunciaram nesta quarta-feira uma nova era nas relações bilaterais entre os dois países, deixando para trás um último vestígio da Guerra Fria na América Latina.

Earnest fez uma analogia entre uma possível viagem de Obama a Havana e as visitas feitas pelo presidente americano a China e a Mianmar que, assim como Cuba, são criticados por Washington pela situação dos direitos humanos nestes países.

"O presidente viajou para estes países, tanto porque acreditava que era de interesse para a segurança nacional como também porque viu uma oportunidade importante para aumentar a preocupação sobre a situação dos direitos humanos", destacou o porta-voz.

"Ter uma relação aberta" com líderes de outros países "é uma via útil para iluminar as falhas de outro país nos direitos humanos", acrescentou.

Em seu discurso nesta quarta-feira, Obama disse que a aproximação com Havana abre um novo capítulo nas relações bilaterais, mas as preocupações dos Estados Unidos sobre o estado da democracia e os direitos humanos em Cuba persistem.
"Continuaremos discutindo estas diferenças diretamente", disse Obama.

A Casa Branca abriu nesta quinta-feira um site em espanhol que detalha as medidas anunciadas por Obama, que incluem a normalização de relações diplomáticas, aliviar as normas sobre viagens e remessas de dinheiro, a concessão de licenças gerais para as pessoas que quiserem viajar a Cuba e a modificação das normas sobre exportações e importações.

Estados Unidos e Cuba retomam relações diplomáticas após 53 anos

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o presidente líder cubano Raúl Castro fizeram história nesta quarta-feira (17). Os dois países reataram as relações diplomáticas depois de 53 anos de Guerra Fria. É um acordo que foi costurado em negociações secretas que duraram 18 meses. E o presidente Obama admitiu que o isolamento de Cuba não funcionou.

Barack Obama até usou o espanhol. ?Todos somos americanos?, discursou o presidente dos Estados Unidos. Raúl Castro elogiou o americano disse que a decisão merece respeito e reconhecimento.

Os dois países começam uma reaproximação diplomática. Obama anunciou na TV que vai facilitar as viagens de americanos para Cuba desde que não sejam a turismo, permitir o uso de cartões de crédito e de débito na ilha e também vai reabrir a embaixada americana.
Tags: Casa Branca - Raúl Castro

Fonte: g1  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade
Publicidade