Portal NOticias de Uruçui

Anuncie sup 970x90
Marcelo não aceitou a derrota

'DAN' acusa vereador Marcelo de tentar forjar provas para anular eleição. ASSISTA VÍDEO

Publicada em 27 de Janeiro de 2017 às 08h10


Dan e Marcelo travam luta interna no orgão. Dan e Marcelo travam luta interna no orgão.
A comissão eleitoral que organizou o pleito para a escolha da nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Uruçuí anunciou no início da noite da última quarta-feira (25) que fará uma assembleia geral com os filiados do órgão para anular a eleição em que Dan foi eleita no último dia 16 de janeiro. Segundo a comissão houve irregularidades no pleito.

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

A candidata eleita do sindicato Maria da Conceição de Sousa, a Dan, procurou a redação do portal Notícias de Uruçuí para falar sobre a acusação que a comissão eleitoral do sindicato fez de que houve irregularidades no pleito do último dia 16/01. Dan vinha da delegacia de polícia civil local onde fez um Boletim de Ocorrência (B.O) denunciando a presidente da comissão eleitoral Bianca Ferreira de Santana, a candidata derrotada Eronildes de Almeida e o atual presidente do sindicato e vereador Marcelo Leite (PT) de estar lhe caluniando por uma acusação que, segundo ela, é mentirosa.

Boletim de Ocorrência feito por Dan na tarde de quinta-feira (27/01)

Segundo ela, a comissão eleitoral agiu parcialmente por apoiar a chapa 1 (Eronildes) e inconformados com a derrota deram um parecer favorável à anulação da eleição e convocando uma assembleia geral afim de anular a eleição baseando o seu parecer em provas infundadas e falsas, declarou, uma vez que eles não conseguem provar que a candidata eleita Dan votou duas vezes. Em relação a ausência de cédulas na seção Nº 19 esta não condiz com a verdade, uma vez que na Ata de votação apresenta 27 votantes com a maioria para a chapa Nº 1 com o total de 13 votos.

Ainda segundo ela, cabe à comissão eleitoral a organização da eleição, como envio de urnas e cédulas de votação, lista de votantes, dentre outras conforme o artigo 10 do regimento interno eleitoral do sindicato.
Quanto ao argumento da chapa 1 da anulação dos votos da seção Nº 16, se deu em razão da falta de rubrica de todas as cédulas de votação, conforme exige o artigo 22 do regimento interno eleitoral.

Segundo a assessoria jurídica de Dan, a eleição transcorreu de forma transparente por parte dos membros da chapa 2 e que não houve nenhuma irregularidade por parte dos mesmos e que a apuração foi feita perante o público em geral e que teve a participação do Conselho de Ética e dois membros da FETAG, além de um assessor jurídico da mesma, e representantes das duas chapas e suas assessorias jurídicas.

Dan disse ainda que o assessor da chapa 1, vereador Marcelo Leite (PT) está tentando forjar provas contra ela para anular a eleição porque não se conformou com a derrota. Ela declarou que irá tomar as devidas providencias contra os membros da comissão e que está sendo caluniada pela mesma.

Direito de resposta

Procuramos o vereador Marcelo Leite para dar sua versão sobre o assunto e o mesmo disse que irá se manifestar ainda nesta sexta-feira. Já a candidata que foi derrotada Eronildes Almeida e Bianca Ferreira não foram encontradas, mas fica aqui seu espaço para suas defesas.

FOTOS DOS DOCUMENTOS APRESENTADOS POR DAN

Lista de votação em que Dan assinou para votar

Lista de votação em que não tem a assinatura de Dan

Ata da Comissão em que relatam as acusações contra Dan


Por Jackson Coelho


Veja o vídeo abaixo:

Tags: Dan - forjar

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade