Portal NOticias de Uruçui

Faça seu banner com a gente
Falta capacitação além de EPIs

DENÚNCIA:Prefeitura de Uruçuí não fornece EPIs e nega pagamento de adicional de insalubridade

Publicada em 13 de Maio de 2020 às 07h37



Denúncia encaminhada ao MP afirma também que falta capacitação além de EPIs e pagamento do adicional de 40%.


» Siga-nos no Twitter

Em tempos de pandemia, os profissionais de saúde de todo o mundo assumem importante papel no combate ao novo coronavírus. Homens e mulheres abrem mão de suas próprias vidas, do conforto do lar e do contato com a própria família para ajudar a amenizar o sofrimento de milhares de outras pessoas contaminadas.

Por todos esses motivos, os profissionais de saúde merecem respeito e o reconhecimento por parte dos gestores públicos. Infelizmente não é isso que acontece na cidade de Uruçuí, administrada pelo prefeito Wagner Coelho, que é médico, e que desconsidera seus pares, profissionais de saúde.

Prova do descaso do prefeito Wagner é uma investigação em curso, feita pelo Ministério Público do Estado, após denúncia que os profissionais de saúde do município não teriam recebido capacitação adequada para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Além da falta de capacitação, o Ministério Público também investiga denúncia que os profissionais de saúde estariam trabalhando sem Equipamento de Proteção Individual adequado, expondo os trabalhadores a contaminação e dificultando ainda mais o combate a pandemia.

Wagner também é alvo de investigação em denúncia que os profissionais de saúde não estariam recebendo o devido adicional de insalubridade de 40% do valor do salário, fato que já foi exposto em outdoor espalhado em toda a cidade.

Município tem 48hs para se manifestar sobre denúncia
O Ministério Público solicitou a prefeitura de Uruçuí que apresente sua defesa em até 48 horas acerca do teor da representação, esclarecendo especificamente todas as questões apontadas e remetendo documentos comprobatórios pertinentes ao que diz respeito a capacitação adequada dos profissionais, aos equipamentos de proteção individuais (EPIs) e ainda sobre ao pagamento do adicional de insalubridade aos profissionais.

O portal reserva espaço para que a prefeitura manifeste seu direito de resposta. 




Tags: insalubridade - EPIs - insalubridade

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade