Portal NOticias de Uruçui

Hibisco
Falta competência pra negociar

Derrotas de Wagner na Câmara mostra falta de habilidade do secretário de governo

Publicada em 13 de Dezembro de 2017 às 13h17


Em menos de um ano de governo o prefeito de Uruçuí Francisco Wagner Pires Coelho já sofreu várias derrotas na Câmara de Vereadores de Uruçuí, mesmo tendo praticamente sete vereadores ao seu lado. A derrota mais recente foi na última segunda-feira (11) quando a metade da sua base aliada na Cãmara votaram contra um projeto do próprio governo.

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

Quando se trata de levar os projetos do executivo para ser votado na Câmara de Vereadores o secretário responsável pela articulação entre os dois poderes é o de governo, pasta ocupada por Thiago Rafael.

Só que o mesmo não detém habilidade ou mesmo competência para argumentar, persuadir e sustentar a importância das leis, ou mesmo mostrar os caminhos que o prefeito deve percorrer para se chegar ao êxito quando o assunto for de interesse da municipalidade ou mesmo do executivo, e não passar por um constrangimento tão grande com esse último.

Além de tudo isso, o secretário de governo tem o papel de ter tramite livre com todas as esferas de poder, bem como instituições públicas e órgãos governamentais e não governamentais, tanto a nível local, como estadual, além de outros. O mesmo deve ter, no mínimo, uma aproximação e diálogo aberto com a imprensa e, sobretudo, com os vereadores, todos; independentemente de ala partidária ou comportamento referente ao governo.

Mas as informações são de que Thiago Rafael vem de uma campanha onde teve muitos problemas com seus próprios aliados, sem falar que foi uma das pessoas do atual governo que mais atacou nas redes sociais seus adversários em 2015 e 2016. O mesmo teve problemas até com o atual vice-prefeito Zé Humberto, quando dizia, em 2015, que o mesmo (Zé) não tinha moral para indicar cargos no governo estadual e que somente Wagner seria o contemplado com as indicações no governo W.D.

Já na véspera da posse do prefeito Wagner, Thiago Rafael começou a se aproximar dos aliados de campanha e mudar seu comportamento, na intenção de passar uma borracha nas arestas criadas, muitas delas por ele mesmo, com seus próprios colegas, na intensão de conseguir ingressar no primeiro escalão do governo vindouro.

Com a fama de ser um dos secretários perseguidores dentro do atual governo, já que existe outros nomes que carregam esse defeito, Thiago Rafael também conquistou muitos desafetos, o que pode lhe prejudicar muito e vir a compor uma lista de possíveis nomes que devem ser exonerados no próximo ano (2018), sem falar que lhe renderia uma grande rejeição numa possível candidatura ao cargo de vereador nas eleições de 2020, já que circulam informações de que Rafael poderá ser candidato.


Por Jackson Coelho

Tags: Derrotas - Wagner - habilidade

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade
Publicidade
Publicidade