Portal NOticias de Uruçui

Hibisco
Se não fosse patético, disse

DOIS MÉDICOS de Uruçuí publicam manifesto contra o fim da unidade avançada do Samu

Publicada em 19 de Março de 2018 às 18h00


A classe médica, em sua maioria, também não gostou da decisão do prefeito Wagner Coelho, de Uruçuí, em acabar com o serviço avançado do Samu de Uruçuí.
Desde o anuncio feito pelo próprio chefe do executivo, especialmente num vídeo em que ele explica como ficará o atendimento, e pelas declarações da secretária de saúde Rita Melo sobre o assunto o caso tem gerado grande revolta na população.

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

Dr. Valdir Soares
Um dos médicos mais conhecido e responsável pelo concurso que admitiu a maioria dos funcionários da unidade, o médico e ex-prefeito Valdir Soares, usou as redes sociais para externar seu descontentamento com a decisão. Valdir discordou da ideia de fechar o Samu e falou que a implantação do órgão foi um avanço para a saúde e para a população do município.

Dr. Gedison Alves
Outro médico que também não gostou foi Gedison Alves, concursado do Samu, que também usou as redes sociais por três vezes para desabafar sobre o caso. Veja você mesmo as declarações de Gedison.

Dr. Gedison - Dia 10 de março
O prefeito de Uruçui, Dr Vagner, chegou a fazer alguns comentários num vídeo q foi postado recentemente num portal de notícias local. Chegou a afirmar, em outras palavras, q vai acabar com a equipe avançada do SAMU porquê cidades do porte de Uruçui não comportam ou não necessitam da mesma; q estaria onerando gastos desnecessários e q os profissionais daquele serviço não trabalham, passam a maior parte do tempo dormindo. Mesmo q eu não fosse médico do SAMU de Uruçui, eu estaria (e estou agora) triste e indignado diante de tais declarações, diga-se de passagem, infelizes e descabidas. Não somente por nos ter ofendidos (profissionais do serviço) mas também porquê está sendo tirado do povo de Uruçui um serviço de urgência de extrema necessidade e importância. Considero essa decisão precipitada e inconsequente, um verdadeiro retrocesso pra saúde de Uruçui. Isso significa, entre outras coisas q ,apartir de agora, os pacientes graves de Uruçui serão transportados/transferidos, para os serviços de referência, de forma inadequada e precária, podendo comprometer substancialmente a sobrevida e o prognóstico dos mesmos. Nada pessoal contra o colega, Dr Vagner, mas confesso q não esperava uma atitude dessas por parte da sua gestão. O povo de Uruçui não merece isso. E eu, q trabalho nessa cidade, q aqui convivo e tenho amigos, não poderia me calar diante de tal equívoco. Se assim o fizesse, sentiria-me (no mínimo) um covarde!! (sic)


Dr. Gedison - Dia 17 de março
Se isto não fosse patético, seria trágico, ridículo. Um ato absurdo e incoerente! Triste!! Pasmem!! Não fosse a existência desse vídeo, recusaria-me a acreditar q as declarações aqui mostradas teriam mesmo vindo de um gestor público e, ainda por cima, um gestor q também é um profissional da área da saúde (um médico)! Senhor Prefeito, acho q Vossa Excelência, infelizmente, está extinguindo um serviço de urgência/emergência de alto nível, de extrema importância e necessidade para o seu povo. Está jogando fora uma conquista importante, algo q veio pra salvar vidas (e vidas não tem preço). Samu avançado não era pra ser extinto, era pra ser melhorado! Porém, concordo com o Senhor quando diz q Uruçuí é um município rico. Verdade. O município é rico sim, está entre as 3 maiores arrecadações de ICMS do Estado(se não me engano).Sendo assim, não vejo a menor necessidade de se fazer economia em cima de corte de gastos na saúde. Cem mil reais serão poupados pela sua gestão, mas muitas vidas deixarão de ser salvas; nossos pacientes graves serão transportados/transferidos a Deus dará, sem o merecido suporte adequado. No mais, Prefeito, desejo-lhe (de todo coração) q jamais venha a precisar dos serviços avançados do SAMU,e q Deus lhe conceda sabedoria para q possa rever e reverter a sua decisão, em nome do povo de Uruçuí!Abraço! (sic)


Dr. Gedison - Dia 19 de março
Estive ontem de plantão no hospital de Uruçuí. Enfrentamos uma enorme dificuldade pra transferir um RN prematuro q nasceu com insuficiência respiratória e precisava ser imediatamente encaminhado para uma UTI neonatal. Motivo dessa dificuldade? Ausência atual de uma unidade avançada do SAMU em Uruçui. O RN precisava ser intubado e, em seguida, transportado em uma UTI móvel, com suporte avançado. Essa seria a condição para q o RN pudesse ser transportado e recebido na UTI, conforme as exigências e orientações da Central de regulação e do pediatra. Aonde tô querendo chegar? Isso é muito preocupante porquê apartir de agora(com a extinção do SAMU avançado) essa dificuldade para transferir pacientes graves, certamente, vai se repetir com muita frequência, além do fato de q estes pacientes serão transportados sem o devido suporte, de forma incorreta e inadequada. Importante lembrar TB q o município não perdeu só o samu avançado, consequentemente, perdeu o Samu aéreo TB. Definitivamente, a saúde de Uruçuí deu um enorme passo pro atraso. Como se vê, a economia q estão fazendo com o fim do SAMU já começa a surtir os seus efeitos. Quem vai sofrer com tudo isso? Preciso mesmo dizer? (sic)


Caso tenha interesse fica o espaço para que a prefeitura de Uruçuí se manifeste sobre o assunto.
Tags: MÉDICOS - manifesto - Samu

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade
Publicidade