Portal NOticias de Uruçui

Hibisco
Começou com R$ 30 reais

É do Brasil! Mineirinho é campeão mundial da Liga Mundial de Surfe

Publicada em 18 de Dezembro de 2015 às 07h36


Adriano de Souza (Foto: WSL / Kirstin Scholtz) Adriano de Souza (Foto: WSL / Kirstin Scholtz) "Não imaginava que começaria a história de um campeão mundial".

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

Angelo Souza, o 'Mineiro', acordou nesta sexta-feira com um parágrafo novo no próprio currículo. Há 20 anos, ele via o pequeno Adriano de Souza sonhar com o dia que poderia pegar os primeiros aéreos da vida. Vendo o desejo do irmão e com apenas R$ 30 no bolso para comprar uma prancha, Angelo, o irmão mais velho do agora 'Mineirinho', ergueu o primeiro alicerce da obra que seria terminada após duas décadas: o título da competição mais importante do surfe mundial.

Enquanto o irmão, que cresceu em uma família humilde de Guarujá, no litoral de São Paulo, desafiava Mick Fanning e Gabriel Medina pelo título mundial, Angelo, que trabalha na Polícia Ambiental fazia uma apreensão no trabalho, na cidade natal.

Sem poder assistir a competição ao vivo, ele não viu o irmão sair do mar, em Pipeline, no Havaí, carregado pelos amigos e comemorando seu primeiro título da Liga Mundial de Surfe.

Também não viu Mineirinho dedicar a conquista a ele e ao surfista Ricardo dos Santos, morto em janeiro deste ano.

Bastante emocionado, Ângelo conversou com a equipe do GloboEsporte.com e lembrou do momento em que comprou o presente para Mineirinho.

? Na época, a gente não tinha recursos. Era o dinheiro que eu tinha no momento e ele viu essa dificuldade que a gente tinha. Por isso, acredito que tenha ficado na mente dele por mais de 20 anos. Essa prancha o ajudou muito. Tudo começou com aqueles R$ 30 ? afirmou.

? É uma emoção enorme de vê-lo campeão do mundo. É uma satisfação sem palavras ? completou o irmão orgulhoso de Mineirinho.

Antes da decisão de etapa de Pipeline, na qual venceu o amigo Gabriel Medina, Mineirinho já sabia que era campeão. Em uma das primeiras respostas dadas aos jornalistas, ele contou um pouco da história da primeira prancha que teve na vida.

? Dedico esse troféu de campeão ao meu irmão. Por 30 reais ele comprou uma prancha de surfe para mim. Na época era muito dinheiro para ele comprar essa prancha. Hoje estou no topo do mundo por 30 reais. Muito obrigado, meu irmão, eu te amo. Amo toda a minha família. Não vejo a hora de ver vocês. Não vejo a hora de ver esse troféu gigante na minha mão ? disse Mineirinho após sair da bateria que o tornaria campeão.

Mineirinho está há dez temporadas brigando pelo título mundial de surfe. Nesta quinta-feira, ele começou a jornada em direção ao topo do mundo vencendo o australiano Josh Kerr, nas quartas de final (5,50 x 4,43). Depois, ele foi à semifinal já sabendo que precisaria vencer o havaiano Mason Ho, pois, minutos antes, Gabriel Medina havia eliminado o tricampeão mundial Mick Fanning.

Na final, o Brazilian Storm entrou em ação em dose dupla. Com um 7,67 e 6,40, Mineirinho somou 14,07 e superou Medina (8,50) para levar também a inédita conquista da etapa de Pipeline - a meca do surfe. No ano passado, o título ficou com o australiano Julian Wilson, derrotando justamente Gabriel Medina.

DO Globo Esporte.com
Tags: Mineirinho - Surfe

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade