Portal NOticias de Uruçui

Hibisco
Estudos estão sendo feitos

Empresa descobre indícios de petróleo na Bacia do rio Parnaíba

Publicada em 25 de Setembro de 2019 às 20h35


Local de prospecção. Foto: divulgação Local de prospecção. Foto: divulgação

O governador Wellington Dias afirmou nesta terça-feira (24), que a descoberta de indícios de petróleo na Bacia do rio Parnaíba, é um fator importante para impulsionar a economia do estado. Os estudos na região estão sendo feitos pela empresa Eneva, maior operadora privada de gás natural do Brasil.

A informação de que a Eneva teria descoberto indícios de petróleo foi divulgada pelo site Brazil Journal. Segundo a publicação, duas fontes confirmaram a informação. A empresa, que não tem obrigação de divulgar a descoberta, estaria realizando testes para medir a viabilidade comercial e só depois comunicar ao mercado. As ações da empresa na Bolsa de Valores chegaram a subir 4% com a notícia.

?A descoberta de petroleo, mesmo que em pequena quantidade, eu acho que é um alento. Isso permite um estágio novo. Já temos petroleo no litoral e agora no território. É um fator importante para a economia e para a geração de emprego e renda e vamos tratar com toda prioridade?, disse o governador, revelando que estudos da Agência Nacional de Petróleo (ANP) já sinalizavam para a possibilidade de gás e petróleo.

?Os estudos da Agência Nacional de Petróleo apontavam para a possibilidade de gás e petróleo. É claro que já tem sinalizada como ponto alto a parte do gás, porém, com grandes possibilidades na área de petróleo?, ressaltou.

Na semana passada, o governador Wellington Dias se reuniu com o diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Décio Oddone, para discutir a viabilidade de inclusão dos blocos de extração de gás e petróleo no Piauí na Regra de Lei Permanente. Por essa norma, investidores que tenham interesse investir no estado deverão passar por análise de Comitê Técnico.

A Eneva opera mais de 38 mil km² de área na Bacia do Parnaíba, área equivalente ao tamanho do Rio de Janeiro. No último dia 10 de setembro, a empresa arrematou todos os 6 blocos que disputou no primeiro ciclo da rodada da Oferta Permanente, realizada pela ANP. A companhia adquiriu 100% de participação nos blocos PN-T-47, PN-T-48A, PN-T-66, PN-T-67A, PN-T68, PN-T-102A, na Bacia do Parnaíba.

"Esses lotes pegam parte do Piauí e do Maranhão. A próxima etapa é a autorização para estudos de viabilidade. Esses estudos é que vão dizer em quais municípios temos de fato, a prospecção de gás e petróleo", disse o secretário de Mineração, Petróleo e energias renováveis, Howzembergson de Brito Lima, em entrevista à TV Cidade Verde.


Com informações do cidadeverde.com


» Siga-nos no Twitter
Tags: petróleo - Bacia do rio Parnaíb

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante