Portal NOticias de Uruçui

Já foi citado em delação

Eunício é eleito presidente do Senado e diz que reformas acabarão com improdutividade

Publicada em 03 de Fevereiro de 2017 às 10h03


O senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) foi eleito presidente do Senado nesta quarta-feira. Apoiado tanto por senadores aliados ao governo do presidente Michel Temer quanto por alguns oposicionistas, incluindo petistas, o peemedebista recebeu 61 votos e sucederá Renan Calheiros (PMDB-AL) no comando da Casa. Único concorrente de Eunício, o senador José Medeiros (PSD-MT) foi votado por 10 senadores. Outros 10 parlamentares ainda votaram em branco.

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

Em seu discurso no plenário do Senado, o peemedebista disse esperar que a Casa ?não perca a corrente contemporânea na luta contra a corrupção? e prometeu ser ?duro e firme quando um Poder parecer se levantar contra outro Poder?.

O peemedebista também tocou em uma pauta sensível ao governo de Michel Temer em tramitação no Congresso: a reforma da Previdência. ?A Previdência, todos sabemos, está quebrada, e esta casa estará diante da tarefa irrecorrível de reformar o sistema previdenciário para salvá-lo. É uma urgência que o processo historio propõe e impõe?, disse Eunício Oliveira.

Presidente no primeiro mandato
Eunício Lopes de Oliveira, de 64 anos, está no primeiro mandato no Senado. Antes de chegar à Casa que agora preside, foi deputado federal por três mandatos e ministro da Comunicação entre 2004 e 2005, no primeiro governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Apelidado como ?Índio? nas planilhas de distribuição de propinas e caixa dois da Odebrecht, Eunício foi citado na delação premiada empreiteira, firmada na Operação Lava Jato e homologada pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, na última segunda-feira.


Presidente do senado diz que reformas acabarão com improdutividade do País

Em seu pronunciamento na abertura do ano legislativo, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, declarou que o País precisa ser retirado de um ?redemoinho de improdutividade? e, para isso, as reformas propostas pelo governo precisam ser enfrentadas, como as da Previdência e trabalhista. Ele citou também a reforma dos códigos comercial e penal.

?Estamos igualmente comprometidos a fazer avançar no Congresso as medidas para fortalecer o combate à corrupção, que mina a confiança nas instituições?, afirmou.

Eunício Oliveira destacou que o Brasil enfrenta dificuldades, mas as perspectivas são melhores para os próximos anos. ?Vivíamos com investidores especulando sobre o calote da dívida brasileira e inflação em alta. Hoje, esses mesmos analistas opinam que o cenário mudou?, afirmou.

Para ele, em uma sociedade plural como a brasileira, os conflitos são inevitáveis e por isso é preciso reforçar a confiança nas instituições de modo a se consolidar um clima de mútua confiança. ?É inaceitável que milhões de pessoas voltem à miséria depois de ter condições mais dignas para viver?, disse, ressaltando a necessidade de a formação profissional melhorar para o brasileiro ser um protagonista do processo produtivo nacional.

Em seguida, a sessão solene de abertura do ano legislativo foi encerrada.


Com informações da Câmara dos Deputados


Tags: Eunício - Senado - presidente

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante