Portal NOticias de Uruçui

Hibisco
Diz não ter nada haver no caso

EX-PREFEITO de Ribeiro Agamenon Franco envia Nota falando sobre denuncia em Assentamento

Publicada em 01 de Abril de 2019 às 22h54


Após a publicação de uma matéria aqui no portal Notícias de Uruçuí referente à denùncia feita por Joseli Vieira, morador de uma localidade em Ribeiro Gonçalves-PI em que o mesmo denuncia a situação da falta de água e enérgia no local e que cita o ex-prefeito Agamenon Pinheiro Franco, o ex-prefeito enviou ao N.U seus esclarecimentos sobre o assunto. Leia:

» Siga-nos no Twitter
Nota de esclarecimento

Em relação a denuncia do sr. Joseli Vieira, venho esclarecer o seguinte;
A denúncia, se não mentirosa no mínimo é fantasiosa e caluniosa, se não vejamos os fatos:
1- O referido convenio para construção das casas, foi celebrado entre PCPR e três
associações de moradores, beneficiários, que teriam de acompanhar a construção das
casas.
2- Não sabemos qual o motivo, e somente os beneficiários poderão explicar por que
outorgaram ao prefeito da época, o direito de administrar a construção das casas.
3- Houve no ano de 2008, a entrega de parte do material ao prefeito da época e não aos
moradores beneficiários, como previa o convenio.
4- No inicio de 2009, quando assumimos a prefeitura, foi constatado, com prova e
denunciado ao PCPR e a Caixa Econômica, que grande parte do material entregue,
havia sido desviado durante a campanha eleitoral de 2008.
5- Ainda em 2009 fomos procurados pelo PCPR, Caixa e alguns moradores, para como
gestor do município, ajudar na busca de solução viável, de um problema que
reconhecidamente por todos, e sim pelo ex-prefeito e pelos beneficiários, que talvez
por ingenuidade, autorizaram o mesmo, gerir um convenio que era de obrigação da
associação .
6- No intuito de ajudar, procuramos junto com o PCPR, um empresário de nome Arí,
responsável legitimo pela venda e entrega do material.
7- O empresário Arí, foi a cidade, se comprometeu com a Caixa e PCPR, a voltar entregar
o material , de forma parcelada. Para isso, alertou com o sr. Salviano , dono de juma
casa de material para construção na cidade, de comprar também de forma parcelada e
pagar semanalmente as compras.
8- Por outro lado a prefeitura se comprometeu em ajudar fornecendo água para a
construção e uma cesta básica mensal para cada família envolvida na construção.
9- Como o sr. Arí deixou de cumprir o acerto de pagar semanalmente o material fornecido,
naturalmente o sr. Salviano suspendeu a entrega do material. A parti disso, a prefeitura
não viu mais como agir. E comunicou o fato ao PCPR, para que tomasse as
providencias devidas.
10- Com relação a água e energia, não houve e nem poderia haver nenhum acordo formal
entre a prefeitura e o sr. Salviano .
11- Todos esses fatos, bem como mais informações deste convenio poderão ser obtidas no
PCPR.

Agamenon Pinheiro Franco


Tags: Agamenon Franco - Nota - Ribeiro Gonçalves

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade