Portal NOticias de Uruçui

Anuncie sup 970x90
Juiz acionou a Polícia Militar

Juiz dá ordem de prisão a motorista da empresa de ônibus Princesa do Sul

Publicada em 16 de Junho de 2017 às 10h24


Um ônibus da empresa Princesa do Sul que saiu da cidade de Corrente na tarde dessa quarta-feira (14/06) com destino a Teresina passou mais de quatro horas detido na delegacia da polícia civil de Bom Jesus após uma confusão entre um juiz que estava no veículo e o motorista.

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

O fato aconteceu na rodoviária de Redenção do Gurgueia, quando o Juiz titular da Vara do Trabalho de Corrente, Delano Serra Coelho, foi reclamar com o motorista do ônibus sobre um defeito no ar condicionado e uma superlotação, pois segundo o juiz mais de quinze pessoas estavam em pé na viagem.

Os ânimos se exaltaram entre os dois que chegaram a trocar acusações, agressão física e até ameaça de morte. O juiz acionou a Polícia Militar que conduziu o ônibus até a delegacia de Bom Jesus para que fosse apurado os fatos.

A Policia Rodoviária Federal fiscalizou o ônibus em frente à delegacia, foi confrontado os dados da viagem e contados todos os passageiros, e constatou que naquele momento não havia irregularidades com o número pessoas na viagem, mas aplicou uma multa na empresa Princesa do Sul.

O motorista e o juiz foram ouvidos pelo delegado da Polícia Civil Aldely Fontineli. O Juiz Delano Serra Coelho registrou um boletim de ocorrência contra o motorista do ônibus por desacato, por colocar vidas em risco, e danos materiais, pois ele teria tomado o celular da mão do juiz e jogado no chão danificando o aparelho.

O motorista da empresa Princesa do Sul falou com o Ponto X e disse que o Juiz agiu com abuso de autoridade. Já o juiz em seu depoimento ao delegado alega que sofreu uma agressão do motorista.

O Tenente Pinheiro informou que a Polícia Militar foi acionada no início da noite e que ao se deparar com a situação observou que os dois estavam bastante nervosos, então resolveu conduzir o ônibus com todos os envolvidos até a delegacia para prestar esclarecimentos sobre a confusão.

O tenente informou que o motorista não estava sendo preso, e sim para prestar depoimento sobre a discussão com o Juiz. Foi colhido o depoimento dos dois e aberto um T.C.O. para se formalizar um processo que será concluído pelo delegado e encaminhado à justiça para sentenciar a causa.

Os passageiros ficaram indignados com a confusão e aguardaram por mais de quatro horas em frente à delegacia de Bom Jesus e só seguiram viagem depois que o delegado liberou as partes, por volta da meia noite.

A prática das empresas de ônibus em andar com passageiros em pé, é comum nessa região, cabe a PRF fiscalizar e multar as empresas pela prática que é irregular, neste caso a empresa Princesa do Sul foi multada.


Com informações do canal121.com.br
Tags: Juiz - Princesa do Sul

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade
Publicidade
Publicidade