Portal NOticias de Uruçui

De malas prontas para Recife

Líder da greve dos alunos da UESPI em Uruçuí abandona tudo para seguir vida missionária

Publicada em 07 de Julho de 2014 às 09h13


Kinno Cerqueira Kinno Cerqueira Kinno Cerqueira, 22 anos, é o que podemos chamar de jovem promissor. Bem relacionado com os amigos, Kinno leva uma vida pautada na palavra de Deus e nos estudos. O estudante do curso de agronomia foi uma das peças fundamentais no protesto que gerou a greve dos alunos da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) Campus Uruçuí, fato que chamou a atenção de todo o estado para a situação da instituição no município. Como um dos principais porta vozes do movimento, Kinno chegou a falar para dezenas de autoridades, dentre elas, o próprio governador do Piauí, que ouviu atentamente o que disse o estudante sobre a situação em que se encontrava o campus da UESPI em Uruçuí. Problemas como falta de professores, e até mesmo estruturais, impediam o andamento dos cursos operacionalizados pela instituição. Tudo foi denunciado por Kinno em nome da classe estudantil.

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

O estudante conta que no dia 4 de janeiro deste ano teve um sonho que para ele foi um divisor e águas em sua vida. Segundo Kinno, neste sonho ele se via correndo em um lugar desconhecido carregando uma bolsa azul, e nesta bolsa havia bíblias, e ele precisava levá-las a pessoas magras, sedentas da palavra de Deus. ?Em um determinado momento deste sonho eu vi a universidade, projetos financeiros, o laboratório onde eu já atuo na área de entomologia, conforto, glória, e todos os meus projetos seculares. Do outro lado eu via pessoas caindo no inferno. Nesse momento Fiquei mudo e acordei. De lá pra cá veio a vontade de seguir a vida missionária, deixar todos o os benefícios que tenho para me dedicar exclusivamente a obra até que os meus cabelos embranqueçam?, Finaliza Kinno.

O ex-líder de movimentos estudantis faz parte de uma família cristã, e depois do sonho revelador que teve, resolveu fazer uma prova para ingressar no Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil, o seminário mais antigo do país que fica na cidade de Recife no estado de Pernambuco.

No dia 24 de Julho deste ano Kinno irá definitivamente para Recife, onde residirá em um internato e dividirá um modesto quarto com um colega de classe. O jovem conta ainda que a família ficou atônica com o anúncio da sua decisão, seu pai o indagou sobre a escolha, pois como poderia um menino com um futuro decido tomar essa decisão e largar tudo? Apesar das indagações, o processo de aceitação por parte da família foi bem mais tranquilo pelo fato da mesma ser cristã. Seu pai entendeu que se tratava de um chamado de Deus e disse se é propósito de Deus, faça.

Kinno e alunos da Uespi conversam com ex-prefeito Chico Filho durante visita do então governador Wilson Martins a Uruçuí. 

O estudante revela ainda que ficou pensativo depois do sonho, e se perguntou por várias vezes, senhor, porque logo agora que estou com a minha vida secular encaminhada? A irmã de Kinno, Caetana Cerqueira, disse, irmão, Deus quer renúncia, ele dificilmente chamaria uma pessoa que não tivesse em uma situação parecida com a sua. Ele quer uma pessoa resolvida que dê-lhe uma prova.

Evandro, que não é evangélico, é o melhor amigo de Kinno, e ao saber da decisão do amigo revelou que estava sentindo um leve vento sobre o seu corpo, um vento diferente, e acreditou ser a presença de Deus, e apoiou plenamente o amigo na nova empreitada. Kinno afirma ter recebido a orientação do pastor Walter da Igreja Batista de Uruçuí, na qual congrega, e diz ter uma segurança muito grande em relação a tudo o que aconteceu, pois sente a presença de Deus e confia no criador, mas que está apenas um pouco ansioso para conhecer a cidade de Recife.

 

Por: Marcos Cardoso
Tags: Líder - vida missionária - Kinno Cerqueira

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade