Portal NOticias de Uruçui

Jardins de Manuella
Quando foi ministro da Saúde

Marcelo Castro ampliou destinação de recursos para saúde de Parnaíba

Publicada em 15 de Setembro de 2018 às 16h02


O deputado federal Marcelo Castro afirmou que, quando estava à frente do Ministério da Saúde, ampliou os recursos oriundos do Sistema Único de Saúde (SUS) repassados ao referido município. Apenas o custeio, verba destinada mensalmente para a realização dos serviços, foi elevado em R$ 15 milhões. Agora candidato ao Senado, o deputado federal reafirma seu compromisso com a destinação de mais recursos para a Capital do Delta. Cumprindo agenda de campanha em Parnaíba, Marcelo Castro participa neste sábado da caminhada, às 8h, e de comício, às 20h, no bairro Piauí, ao lado do governador Wellington Dias.

» Siga-nos no Twitter
Enquanto ministro da Saúde, Castro inaugurou a nova sede do Centro de Especialidades Dr. Odival Rezende, que passou a ofertar atendimento nas áreas de cardiologia, ortopedia, neurologia, ginecologia, obstetrícia, urologia, pneumologia, pediatria, cirurgia geral, dermatologia, gastrenterologia, angiologia, infectologia, nutrição, psicologia, psiquiatria, fonoaudiologia e neonatologia. Preparado para realizar até 28.560 atendimentos por mês, o Centro conta com 22 médicos de diversas especialidades, três nutricionistas, três psicólogos e dois fonoaudiólogos. A unidade possui 13 consultórios, salas de exame e centro cirúrgico.

Ainda como ministro, Marcelo Castro destinou R$ 6,5 milhões para o Hospital Marques Bastos e para a Clínica João Silva Filho de Parnaíba, para a formação das Unidades de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), estabelecimentos que realizam tratamento com quimioterapia e cirurgia dos cânceres mais prevalentes na população brasileira. ?A Unacon foi a primeira unidade desse tipo nas regiões da Planície Litorânea e dos Cocais do Piauí, beneficiando uma população de 650 mil pessoas de mais de 30 municípios. Possui 600 cirurgias oncológicas e 450 procedimentos de quimioterapia ao ano. O serviço iniciou a descentralização do tratamento de câncer no Piauí, antes realizado apenas em Teresina?, declarou o candidato.

Castro liberou ainda R$ 4,6 milhões para a construção do Centro Especializado em Reabilitação (CER IV), considerado atualmente um dos centros de reabilitação de alta complexidade mais completos do Estado, por atender quatro especialidades de deficiência: auditiva, física, intelectual e visual. O CER de Parnaíba tem capacidade para receber mais de 700 pacientes ao mês.

Marcelo Castro disse que também ampliou os leitos e serviços clínicos para integração à Rede de Urgência e Emergência de Parnaíba. Foram destinados recursos financeiros ao Instituto Práxis de Educação Cultura e Ação Social ? Clínica Santa Edwiges, cujo contrato passou a ter o valor anual de R$ 2,9 milhões. Ele também garantiu a ampliação dos recursos destinados à Santa Casa de Misericórdia, resultando em um aumento de 130%, passando a ter valor anual de R$ 8 milhões.

Ainda ministro, Marcelo assinou a portaria elevando em R$ 978,5 mil o Teto de Média e Alta Complexidade (MAC) de Parnaíba, que passou a ser de R$ 34,3 milhões, permitindo a habilitação de 10 novos leitos de UTI no município.

?Como ministro da Saúde, pude dar uma nova cara para a saúde de Parnaíba e, consequentemente, de toda a região litorânea. Com a destinação de mais recursos para a cidade-polo, ampliamos a oferta de serviços para os municípios da região, seja na urgência e emergência, nas alta e média complexidades ou no tratamento intensivo?, enumerou Marcelo Castro. ?Assim, o atendimento fica mais próximo do cidadão e com maior qualidade. Parnaíba é hoje prova de que o modelo de descentralização da saúde que defendemos dá certo?, acrescentou o candidato.


Com informações do TeresinaDiário
Tags: Marcos Vinícius - candidatura deferida - Marcelo Castro - recursos

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante