Portal NOticias de Uruçui

Anuncie sup 970x90
Crimes eleitorais na campanha

Ministério Público abre processos por crime eleitoral em 60 cidades; Uruçuí está incluso

Publicada em 14 de Outubro de 2012 às 11h51


Procurador Alexandre Assunção e Silva Procurador Alexandre Assunção e Silva O procurador regional eleitoral, Alexandre Assunção e Silva, expediu oficio circular aos promotores das zonas eleitorais de todo o Estado orientando-os a ingressarem com ações contra os prefeitos eleitos acusados de terem cometido crimes eleitorais durante a campanha, na véspera da eleição ou mesmo no dia da votação de domingo passado. As ações devem atingir também os candidatos que não foram eleitos. Quem foi flagrado em crime eleitoral, teve material ou dinheiro apreendido na véspera ou no dia da eleição também vai responder processo.

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

A Polícia Federal abriu seis inquéritos, nove termos circunstanciados de ocorrência, prendeu oito pessoas e apreendeu três armas e mais de R$ 180 mil no dia da eleição. As ocorrências, de diversas naturezas, se deram em 16 municípios: Picos, São João da Canabrava, Castelo, São Miguel do Tapuio, Bonfim do Piauí, Fartura, Santa Rosa, Uruçuí, Dirceu Arcoverde, Barra D´Alcântara, Oeiras, Corrente, Fronteiras, Floriano, Parnaíba e Teresina. Vão desde apreensão de dinheiro e de armas, transporte de eleitor, compra de votos, urna eletrônica falsa e boca de urna.

O Ministério Público Federal registrou ocorrências em 33 zonas eleitorais do Estado, perfazendo 60 municípios, já que cada zona eleitoral envolve mais de uma cidade. Segundo informações do procurador Alexandre Assunção, em todos os casos a orientação é fazer a ação pertinente para representar contra o infrator. Na zona eleitoral de Oeiras, houve ocorrências em Santa Rosa, onde foram apreendidos três veículos e material de campanha, e em Colônia do Piauí, onde uma pessoa foi presa fazendo boca de urna.

Em Cabeceiras, da zona eleitoral de Barras, foram presas duas pessoas fazendo boca de urna. Houve ainda apreensão de camisas e passagens de ônibus. Em Jatobá, zona de Campo Maior, foram apreendidas duas armas com um candidato a vereador. Em Floriano, houve uma prisão por boca de urna. Em Pedro II, a prisão se deu por corrupção eleitoral e foi apreendido um veiculo plotado. Em São Raimundo Nonato foram apreendidas camisas padronizadas, duas pessoas por boca de urna e houve transporte ilegal de eleitores. Em Bom Jesus também teve prisão por boca de urna.

Na zona de Piracuruca, houve ocorrência em Piracurura com apreensão de material de propaganda e um computador, e em São João da Fronteira, onde foram apreendidos R$ 6.212,00. Em Corrente, as ocorrências estão sendo apuradas pelo promotor eleitoral para fazer as representações cabíveis. Em Parnaguá, houve prisão por boca de urna. Em Buriti dos Lo-pes foram apreendidos carros e pessoas que faziam aglomeração. Em Canto do Buriti, houve denúncias por compra de votos, apreensão de material de propaganda e flagrante de pessoas usando camisas padronizadas com adesivo de candidato.


Fonte: Diário do Povo


NESTA MATÉRIA SERÃO PERMITIDOS SOMENTE COMENTÁRIOS VIA FACEBOOK
Tags: processos - crime eleitoral - Uruçuí

Fonte: Diário do Povo  |  Publicado por: Redação Uruçui
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade