Portal NOticias de Uruçui

Hibisco
Atraso nos salários em Uruçuí

Ministério Publico reúne PMU e Sindicato para negociar pagamento e acabar a greve

Publicada em 23 de Outubro de 2015 às 09h02


Ministério Publico fez a reunião Ministério Publico fez a reunião Uma reunião demorada na manhã de ontem (22) na sede da Promotoria de Justiça de Uruçuí promovida pelo Ministério Publico Estadual, na pessoa do Promotor José Willian Pereira Luz, com a diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais, a prefeita Renata Coelho, a Sec. de Educação Georgete de Melo Falcão e a Sec. de Adm Clelia Marisco, além dos advogados de cada categoria, teve várias discursões a respeito da greve dos servidores em educação de Uruçuí que já dura mais de uma semana.

» Siga-nos no Twitter
José Willian abriu a reunião falando sobre a importância do MPE como órgão de atuação, fiscalização e representação em diversas áreas e tratou da importância da educação como direito fundamental em toda e qualquer sociedade.

O promotor concedeu a palavra para a Presidente do Sindicato Reisimar Gomes, que fez esclarecimentos sobre os motivos da greve, sendo eles: 1) o pagamento atrasado; 2) não existência de calendário de pagamento; 3) problemas de repasse de empréstimos consignados com a CAIXA; 4) as condições de trabalho, a exemplo a climatização; 5) os repasses retidos não repassados para o sindicato; e 6) a reposição de aulas.

Já a consultora do Município, Antônia Alves de Sousa Araújo (Toinha), relatou os seguintes pontos: 1) ausência de ata de comunicação prévia da greve; 2) que a data de pagamento é inviável, em decorrência da crise de 2015; 3) que em julho o salario foi pago integralmente; 4) que a folha de setembro está em andamento; 5) que até o dia 30 de outubro se regularizará a folha de pagamento de setembro; 6) que os pagamentos consignados em atraso estão em processo de resolução; 7) que o assunto dos servidores ?encostados? está em processo de resolução, mas encontrando problemas com o INSS; e 8) que a contribuição sindical, em 04 meses de atraso, está em processo de pagamento.

Por sua vez o Promotor de Justiça disse que irá ao INSS e ao TCE para tratar do problema, após recebimento da documentação a ser fornecida pela PMU. Ao final da reunião a Gestora apresentou uma folha de pagamento, informando que até o dia 30 de outubro se finaliza a folha de pagamento de setembro.

José Willian sugeriu ao Sindicato que diante da negociação fosse suspendido a greve até o efetivo pagamento, que será realizado até o dia 30 de outubro de 2015. Em caso de não cumprimento, entendendo pela retomada da greve, que seja realizada uma assembleia com a devida comunicação prévia à administração do Município e que seja mantido a prestação dos serviços mínimos.

Ao final Reisimar disse que levará o indicativo de paralização da greve para a assembleia dos profissionais de educação e a gestora se comprometeu a tratar pessoalmente com a Presidente do Sindicato.

O vereador Jackson Coelho esteve na sede do Ministério Publico durante a manhã aguardando o final da reunião para falar com o promotor sobre o assunto e ter um juízo melhor da situação para poder se pronunciar como parlamentar.

Prefeitura arrecadou mais de 127 milhões em quase 3 anos

O Blog Bastidores do site 180graus divulgou uma tabela comparativa onde evidencia que o município recebeu em repasses, últimos dois anos e nesse, R$ 127 milhões.

E ao contrário do que apregoa o senso comum, a soma desses repasses anuais vem só aumentando.

Para se ter uma ideia, só nesse ano Uruçuí já recebeu R$ 45 milhões.

Ano passado esse valor não passou de R$ 41 milhões, e em 2013 ficou um pouco acima de R$ 40 milhões.


Por Luciano Tavares
Tags: negociar - Ministério Publico

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade
Publicidade
Publicidade