Portal NOticias de Uruçui

Hibisco
Esclarecer à população

MPF lança campanha eleitoral pelo voto consciente nas eleições

Publicada em 30 de Agosto de 2012 às 21h20


Procurador regional eleitoral, Alexandre Assunção Procurador regional eleitoral, Alexandre Assunção ?Seu voto ? n?o venda, n?o troque, n?o negocie?. Esta ? mais uma vez a mensagem da campanha eleitoral pelo voto consciente que o Minist?rio P?blico Federal lan?ou, nesta semana, em todo o pa?s. O objetivo ? esclarecer ? popula??o que comprar e vender voto ? crime. Por meio de v?deos, spots, folderes, cartazes e cartilhas, a campanha ensina que, quando o eleitor troca o voto por um favor pessoal, elege um candidato corrupto e prejudica milh?es de brasileiros, inclusive sua fam?lia. O material audiovisual e spots ter?o m?dia gratuita e conta com o apoio das emissoras de TV parceiras e est? dispon?vel no hotsite da PRE atrav?s do endere?o

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

A campanha mostra que o candidato a um cargo pol?tico que oferece presentes ou favores em troca do voto n?o respeita a opini?o do eleitor nem os seus direitos. Ele d? uma pilha de tijolos mas, quando eleito, n?o trabalha para garantir a todos o acesso ? sa?de, educa??o, moradia e ao emprego. O eleitor ganha uma dentadura, mas abre m?o de ter hospitais e postos de sa?de. Ganha um par de t?nis, mas n?o tem transporte p?blico de qualidade.

Como defensor do regime democr?tico, o Minist?rio P?blico Eleitoral atua em todas as fases do processo eleitoral: inscri??o dos eleitores, conven?es partid?rias, registro de candidaturas, campanhas, propaganda eleitoral, vota??o, diploma??o dos eleitos. A institui??o trabalha para garantir que o processo eleitoral aconte?a de forma correta e para preservar a democracia. Atua na Justi?a Eleitoral manifestando-se em todos os processos, bem como propondo as a?es cab?veis para punir quem infringe a lei.

Nas Elei?es deste ano, as a?es contra candidatos a prefeito ou vereador, s?o propostas pelos promotores eleitorais, integrantes do MP estadual. O procurador regional eleitoral Alexandre Assun??o e Silva e o procurador regional eleitoral substituto Kelston Pinheiro Lages, integrantes do MPF, s?o respons?veis pelas a?es em grau de recurso.

Para Alexandre Assun??o e Silva a campanha contribui para que o p?blico saiba que, caso propostas como essas sejam feitas, o candidato deve ser denunciado para receber puni??o por crime eleitoral e que o cidad?o pode colaborar no combate a essa pr?tica ilegal. O procurador regional eleitoral lembra ainda que as den?ncias podem ser feitas diretamente na Procuradoria Regional Eleitoral, com sede no Tribunal Regional Eleitoral no Piau?.



Fonte: MPF-PI

Tags: voto - consciente - eleições 2012 - MPF-PI

Fonte: MPF-PI  |  Publicado por: Redação Uruçui
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade
Publicidade
Publicidade