Portal NOticias de Uruçui

Faça seu banner com a gente
Atuação no período eleitoral

"Ninguém me peça para usar o estado em prol da candidatura de quem quer que seja"

Publicada em 24 de Março de 2014 às 14h51


Zé Filho - Foto: nilsonsa.blogspot.com.br Zé Filho - Foto: nilsonsa.blogspot.com.br "Ningu?m me pe?a para usar o estado, usar a m?quina p?blica, usar o que quer que seja do estado, do povo do Piau?, em prol da candidatura de quem quer que seja", essa declara??o foi dada pelo vice-governador Z? Filho em entrevista publicada na edi??o desta segunda-feira (24) no Jornal Di?rio do Povo.

» Siga-nos no Twitter
Na entrevista, Z? Filho fala sobre desist?ncia de disputar a reelei??o, o novo secretariado, possibilidade de Marcelos Castro desistir, atua??o no per?odo eleitoral, e outros temas.

Sobre a rela??o com o PSDB, Z? Filho afirma que "de forma nenhuma" abre m?o de ter o partido em seu governo e que dever? indicar o nome de S?lvio Mendes para ser o vice de Marcelo Castro.

Confira abaixo alguns perguntas e respostas da entrevista

Di?rio do Povo - Por que o senhor desistiu da candidatura ? reelei??o, j? que existia a perspectiva de assumir o governo?
Z? Filho - Eu tenho a convic??o que ningu?m ? candidato de si pr?prio. Numa conversa com todos os partidos que comp?em a base aliada, tiveram alguns que n?o me apoiaram. Ent?o, eu n?o era consenso dentro desses partidos que hoje d?o sustenta??o ao governo. Naquela ocasi?o tinham outros nomes, como o deputado Marcelo Castro, do ex-prefeito S?lvio, do deputado Wilson Brand?o, do ?tila Lira, enfim, o do deputado Marcelo Castro teve consenso de todos os partidos da base. Eu entendi que n?o sendo candidato de si pr?prio, eu n?o seria a pessoa desagregadora dessa coliga??o, que eu acho importante que continue. Eu acho que o que foi implantado pelo governador Wilson Martins deve continuar. Eu n?o tenho essa obsess?o nenhuma pelo cargo, pelo poder. Sou muito desprovido dessa quest?o toda. O nome do deputado Marcelo Castro era naquela ocasi?o o melhor nome para disputar o governo do estado.

DP - Existe ainda alguma possibilidade de Marcelo Castro n?o ser candidato?
ZF - Est? definido, a n?o ser que ele pr?prio chegue amanh? e diga que n?o quer ser mais candidato. Ai ? uma decis?o pessoal dele. A? ter?amos que ver outro nome no grupo, mas n?o vejo por que n?o ser ele, j? que todos os partidos o ap?iam de forma irrestrita.

DP - As pesquisas n?o influenciariam?
ZF - N?o, de forma nenhuma.

DP - Como vai acontecer a transi??o?
ZF - Ser? dia 4, uma sexta-feira, provavelmente umas 10h na Assembleia Legislativa, para onde ele dever? estar mandando a carta de ren?ncia. Automaticamente o presidente da Assembleia convoca os deputados para ser lida a carta e convocar o vice para assumir e depois a transmiss?o de cargo no Pal?cio de Karnak.

DP - Qual sua expectativa para governar o Piau??
ZF - Eu n?o estou agoniado em nada. N?o vai acontecer essa mudan?a toda que as pessoas est?o esperando. Vai ser um governo de continua??o. Vai mudar o governador, mas n?o vai mudar a forma de governar, at? por que eu acho que esse governo est? fazendo muito pelo estado. O que vai haver s?o substitui?es porque algumas pessoas ser?o candidatas a v?rios cargos, outros v?o sair por que v?o fazer outras coisas. Vai ter substitui??o, mas vai ser o m?nimo poss?vel. Nada demais. Eu n?o quero que sofra nenhum tipo de descontinua??o no trabalho que est?o sendo feito.

DP - Todos os partidos da base ter?o espa?o no seu governo?
ZF - Quem est? conduzindo isso ? o governador Wilson Martins. Ele ? que est? conversando, claro que estou participando. Todos esses partidos ter?o seus devidos espa?os na maneira como o governador est? conduzindo.



*Com informa?es do Di?rio do Povo e GP1?
Tags: Zé Filho - usar a máquina - candidatura

Fonte: GP1  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante