Portal NOticias de Uruçui

Jardins de Manuella
Isso por determinação judicial

No Piauí 19 alunos de medicina podem se formar para ajudar no combate ao coronavírus

Publicada em 22 de Março de 2020 às 10h07


Foto: José Leomar/SVM Foto: José Leomar/SVM
A juíza Carmelita Angélica, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Teresina, concedeu nessa sexta-feira (20) o direito aos alunos de medicina da Universidade Federal do Piauí (Uespi) que se formem antes do prazo para que eles possam se inscrever no programa Mais Médicos. A iniciativa da turma visa ajudar com mais reforço profissional, devido a quantidade de casos da COVID-19.

» Siga-nos no Twitter
De acordo com o estudante de medicina Samuel Cesar, esse procedimento de antecipar a formação já é bem comum em alguns lugares. A turma teria tentado pela administração da instituição, mas não tinha conseguindo, então eles entraram com uma petição na justiça pedido o direito ao diploma.

?Assim que conseguimos, nós enfrentamos um pouco de dificuldade de comunicação com a instituição. Primeiro eles falaram que não iam poder fazer isso, depois eles entraram em contato conosco e agendaram a colação?, disse.

Para Samuel, esse momento é importante para ajudar a população que precisa dos atendimentos. ?Isso é muito importante para as nossas vidas, a gente pode contribuir com a nossa participação. No Piauí as vagas são mais para o interior onde mais precisa?, informou.

A colação dos 19 anos acontecerá neste domingo (22), a partir das 8h30.

Mais Médicos
O Ministério da Saúde anunciou na semana passada o chamamento público de 5 mil profissionais pelo programa Mais Médicos para contribuir no combate ao surto de novo coronavírus. As novas vagas são apenas para médicos com registro no Conselho Regional de Medicina (CRM).

A inscrição no programa Mais Médicos deverá ser realizada somente no site do Governo Federal. A remuneração será uma bolsa-auxílio de R$ 12 mil (mesmo valor dos editais anteriores). A expectativa é que os médicos já comecem a atuar nos municípios no início de abril.

No Piauí, o Conselho Regional de Medicina do Piauí (CRM-PI) informou que vai agilizar a entrega do número de registro no conselho e da Carteira Profissional de Médico para que médicos recém-formados possam se inscrever no programa Mais Médicos e atender à população durante a pandemia do coronavírus, declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).


Com informações do G1-PI
Tags: alunos de medicina - coronavírus

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade