Portal NOticias de Uruçui

Hibisco
Veja resposta da direção

Pacientes e acompanhantes dormem no chão no hospital Tibério Nunes

Publicada em 11 de Novembro de 2018 às 21h41


Pacientes e acompanhantes denunciam o descaso no Hospital Regional Tibério Nunes, na cidade de Floriano. Um vídeo foi gravado no local e mostra pacientes e acompanhantes deitados no chão por causa da falta de estrutura.

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

Além do descaso com pacientes e familiares, o problema afeta significativamente o quadro de saúde daqueles que procuraram o hospital em busca de recuperação.

A situação de descaso se repete em outros hospitais estaduais.

Confira o posicionamento do hospital:

A direção do Hospital Regional Tibério Nunes admite a superlotação em alguns momentos na assistência hospitalar. Tal superlotação é reflexo da grande demanda de pacientes, que vêm tanto do Piauí, como do Maranhão. Ao todo, são mais de 150 municípios atendidos pelo Hospital, o que equivale a cerca de 17 mil procedimentos por mês, entre consultas, exames e cirurgias. Nas palavras do superintendente de Assistência, da Secretaria de Estado da Saúde, médico Alderico Tavares, Tibério Nunes é ?o HUT do interior do Estado, tanto pela resolutividade como no número de atendimentos realizados?.

Pelos dados expostos e, principalmente, em olhar e cuidar dos pacientes, a recomendação é que a equipe do Tibério Nunes exerce suas vocações de forma a atender a todos que procuram uma assistência adequada, resolutiva e mais próxima de sua residência. Somente aqueles casos em que o Hospital não seja referência é que deve ser encaminhado à capital, o que é em torno de 5% do total de atendimentos.

Há problemas estruturais? Sim. O prédio é uma construção antiga, de campanha, mas que há décadas está em atividade.

Há solução? Sim. Recentemente, o secretário de Saúde, Florentino Neto, em reunião com a equipe da Caixa e parlamentares e senadores eleitos, apresentou o projeto de reforma e ampliação do Hospital, que vai dobrar o número de leitos. Em análise na Caixa, a obra tem parte dos recursos garantidos por emenda do deputado federal Assis Carvalho e que, de acordo com os técnicos do banco, o projeto executivo está em fase final de analise para que no primeiro semestre de 2019 aconteça o processo licitatorio.

Reafirmamos nosso compromisso em trabalhar para atender a todos que buscam assistência médica-hospitalar e em outra ponta, atuamos administrativamente para que possa ser iniciada a licitação de um novo Hospital, ações pontuais e de longo prazo para que se possa garantir uma saúde para todos.



Com informações do 180graus
Tags: Pacientes - Tibério Nunes

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade