Portal NOticias de Uruçui

Clinica ISO topo
Agricultor era chefe do bando

Polícia de Uruçuí fará reconstituição do assalto á fazenda Serra Branca

Publicada em 28 de Novembro de 2016 às 16h05


Reconstituição do assalto á fazenda Serra Branca Reconstituição do assalto á fazenda Serra Branca A Polícia Civil do Piauí fará a reconstituição da tentativa de roubo milionário à fazenda Serra Branca, município de Uruçuí, no último dia 12. Na semana passada, nove foram presos durante ação policial Toxicum deflagrada em quatro estados do país. Entre estes, o empresário Cleber Batz apontado como líder da organização criminosa.

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

"O Cléber estava vindo do Rio Grande do Sul encontrar o comparsa em Goiânia-GO. Conseguimos informações da aeronave que ele estava e o horário que ia chegar. Remanejamos as aernaves no aeroporto em Goiás e efetuamos a prisão no momento do desembarque. A prisão do Cleber Batz deu o 'start' para que toda a operação fosse deflagrada ao mesmo tempo em Tocantins, bem os cumprimentos de mandados de busca nas fazendas dele no Maranhão", explica o delegado regional de Uruçuí, Bruno Mussoline.

No momento da prisão, Cleber Batz estava com um colar e pingente de ouro, joiás reconhecidas como sendo de um dos funcionários da fazenda Serra Branca.

Em entrevista coletiva à imprensa, na manhã desta segunda-feira (28), o delegado Matheus Zanatta, coordenador da operação, explicou como funcionava o esquema da organização criminosa. As investigações apontaram que cada membro da quadrilha receberia R$ 5 mil pela participação no roubo milionário. Além do líder, mais sete foram presos e um menor de idade apreendido. Os suspeitos estão nas delegacias de Floriano e Uruçuí.

O coordenador da operação explica que o suspeito- que morreu na troca de tiros com a polícia no dia do crime- era responsável por recrutar os demais envolvidos.

"O Jhones recrutou no Tocantins todo o pessoal para fazer a execução direta do crime. Cada um ia ganhar R$ 5 mil para fazer o serviço. Só temos um foragido do estado do Tocantins, que é o Robson. O restante todo está preso e o Jhones morreu no confronto com a polícia. O Justiano estava na fazenda de Cleber Batz com um veículo roubado e o Alexadre é o gerente da fazenda do Cleber que foi conduzido à delegacia de Pastos Bons (MA) pois achamos na fazenda munições calibre 12 e 380, além de um carregador de pistola", explica Zanatta.

Da fazenda, o grupo criminoso tentou roubar uma carga de defensivos agrícolas avaliada em quase R$ 4 milhões. O delegado explica que, a princípio, o material seria levado para a fazenda de Cleber Batz.

"Ele é um fazendeiro muito grande na região, tanto é que quando fomos cumprir buscas na fazenda dele, encontramos muitos agrotóxicos lá, mas estes eram baratos. Tudo indica que ele (Cleber) estava esperando esses agrotóxicos mais caro para passar na fazenda. No entanto, a investigação está praticamente concluída e até sexta-feira (02) vamos entregar o inquérito para a Justiça", finalzia Matheus Zanatta.



Fonte: cidadeverde.com
Tags: reconstituição - assalto

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade
Publicidade
Publicidade