Portal NOticias de Uruçui

Clinica ISO topo
Operação fez apreensões

Policias do Piauí prendem o prefeito de Redenção do Gurgueia

Publicada em 14 de Julho de 2016 às 13h07


Prefeito de Redenção foi preso Prefeito de Redenção foi preso O prefeito de Redenção do Gurgueia Delano Parente (PSB) e o seu pai, Audemes Sousa Nunes, que é secretário de Infraestrutura do município, foram presos na manhã desta quinta-feira (14/07) durante operação conjunta envolvendo equipes do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), Ministério Público, PRF, Polícias Civil e Militar, com apoio do Tribunal de Contas do Estado e da Controladoria Geral da União. Os alvos são investigados por supostos atos de fraude em licitações públicas, cartel, peculato, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

Na apartamento do prefeito, em Teresina, os agentes encontraram um revólver calibre 38. Levado para a sede do Gaeco, na zona Leste, o prefeito sorriu ao ser entrevistado por jornalistas da TV Meio Norte, e disse que se considera inocente, e ainda mandou um recado para a cidade.

"Só posso dizer que sou inocente, não sei ainda do que estou sendo acusado exatamente, mas a gente vai provar a nossa inocência, e vai ficar tudo tranquilo. E um abraço lá pra cidade", disse ao vivo, na TV Meio Norte. Ele foi levado para a Central de Flagrantes onde foi autuado pelo porte ilegal de arma.

Na casa do prefeito também foram apreendidos documentos e computadores. Todo material foi levado para a sede do Gaeco.

Os trabalhos de investigação que culminaram na Operação Déspota começaram há sete meses.

ADVOGADOS SÃO CONDUZIDOS AO GAECO
Dois advogados também foram conduzidos pelos policiais para a sede do Gaeco. Um deles é o advogado Igor Martins (foto abaixo). Os profissionais estão sendo acompanhados pela Comissão de Prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Piauí. Durante a operação foram feitas buscas em escritórios na capital para apreensão de documentos.

O advogado Tiago Rodrigues Júnior também é alvo da operação. Ele chegou na sede do Gaeco por volta de 10h. Ao contrário do que havia sido informado anteriormente, a Polícia Rodoviária Federal retificou a informação de que o advogado teria reagido à ação dos policiais.

OUTROS ALVOS
Em entrevista, o procurador Geral de Justiça do Estado Cleandro Moura informou sobre outros alvos da Operação Déspota. Segundo ele o vereador Francisco das Chagas Macedo Andrade, o secretário de Saúde Julimar Pereira Borges e o ex-presidente da Comissão de Licitação da Prefeitura, Romário Alves de Figueiredo, o vereador Francisco das Chagas Macedo de Andrade, além de empresários e servidores públicos.

ACUSAÇÕES
O Ministério Público do Estado do Piauí e o GAECO constataram a existência de fortes indícios de fraude em licitação, com superfaturamento de preço, emissão de notas fiscais, utilização de empresas de fachadas e lavagem de capitais.

Ao todo foram cumpridos 8 mandados de prisão preventiva, 8 mandados de prisão temporária, 3 mandados de condução coercitiva e 11 mandados de busca e apreensão.


Com informações do 180graus


Tags: Redenção do Gurgueia - prefeito

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade
Publicidade