Portal NOticias de Uruçui

Clinica ISO topo
Em tratores do governo federal

Produtores do Sul do PI pagam diesel de máquinas para construírem estrada

Publicada em 28 de Fevereiro de 2015 às 14h52


Máquinas constroem estradas em Currais Máquinas constroem estradas em Currais Preocupados em não ter como escoar a produção de mais de 165 milhões de toneladas de grãos na região Sul do Piauí, produtores do cerrado estão investindo cerca de R$ 50 mil do próprio bolso para construir uma estrada que liga a BR-135 a rodovia transcerrados no município de Currais, a 640 km de Teresina. A situação é ainda mais grave já que os próprios agricultores estão pagando o combustível para os tratores do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), doados pelo Governo Federal para a prefeitura municipal.

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

De acordo com o produtor Abel Pieta, proprietário da Fazenda União, a sensação é de "mãos amarradas", já que houveram várias tentativas de diálogo com a prefeitura, porém nada foi feito.

"Estamos com as mãos amarradas, sem muita alternativa. O prefeito diz que buscou o governo mas não deixou uma resposta. A colheita está chegando e não podemos esperar a estrada precisa ser feita pois os caminhões não tem condições de chegar até a rodovia. Qualquer chuva, buracos enormes impedem a passagem", relatou o produtor.

Segundo ele, cerca de cinco produtores estão reunidos para custear a obra. "São cinco fazendas unidas fornecendo os próprios caminhões para a obra, além de pagar o diesel para os tratores da prefeitura. Fora isso temos montado um local onde é feita a comida para os trabalhadores da estrada. Só em combustível estimamos um gasto de R$ 15 mil, sem contar os gastos com nossos tratores que não contabilizamos", acrescentou o agricultor.

Abel explica que sem a construção da estrada, os custos com o transporte dos grãos, além de provocar prejuízos poderiam refletir no valor repassado aos consumidores, já que os caminhoneiros aumentariam o preço do frete pelas más condições de circulação na estrada.

"Nós precisamos fazer isso porque a quantidade de grãos é imensa e se não fosse feita o prejuízo seria imensurável. Os caminhoneiros aumentariam o frete e a gente não saberia o tamanho desse prejuízo", pontuou.

O produtor explica que o prefeito havia prometido em reuniões a construção da estrada, porém recentemente teria alegado falta de condições na prefeitura para executar a construção. "Nos reunimos com ele e ele falou que faria duas vezes e agora começa a colheita e não temos como escoar o produto. Ninguém assume a estrada porque eles dizem que não tem condições", acrescentou.

Abel lamenta a situação e questiona o que é feito com os impostos pagos pelos produtores. "Pagamos um ICMS muito caro, impostos altíssimos e não vemos resultado. Para onde vai o dinheiro?? Não sabemos dizer", desabafou.

O Cidadeverde.com tentou contato com o prefeito Raimundo Santos, mas não obteve retorno.




Rayldo Pereira
ralydopereira@cidadeverde.com

Tags: Produtores - diesel

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade
Publicidade
Publicidade