Portal NOticias de Uruçui

Hibisco
Cavalieri erra ao sair jogando

Santos faz dois gols em dez minutos, bate Flu por 3 a 1 e entra de vez no G-4

Publicada em 05 de Outubro de 2015 às 07h44


Marquinhos Gabriel comemora gol (Foto: Ag. Estado) Marquinhos Gabriel comemora gol (Foto: Ag. Estado) Depois de fazer dois gols em dez minutos, o Santos passou sem dificuldades pelo Fluminense na Vila Belmiro e entrou no G-4 depois de quase cinco anos - beneficiado com a derrota do Palmeiras para a Chapecoense. Logo nos primeiros minutos, uma falha do goleiro Diego Cavalieri, seguida de uma pane na zaga tricolor, deixaram o time paulista em vantagem e, sem seus principais nomes (Fred, Scarpa e Cícero estavam suspensos), o clube das Laranjeiras não teve forças para reagir. Lucas Lima marcou o primeiro ao dividir com o goleiro tricolor, Marquinhos Gabriel aumentou e Neto Berola, já no fim do segundo tempo, fez o terceiro. Robert descontou, com um golaço: 3 a 1 diante de 7.491 torcedores no estádio santista.

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

Fluminense e Santos só voltam aos gramados no próximo dia 14, quarta-feira, em função das primeiras rodadas das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Os cariocas enfrentarão o São Paulo, no Maracanã, enquanto o time da Vila Belmiro terá pela frente o Grêmio, em Porto Alegre. Com 46 pontos, o Santos tomou o lugar do São Paulo no G-4 pelos critérios de desempate. O Fluminense, por sua vez, continua com 37 pontos, na 12ª colocação.

Com muita chuva na Vila Belmiro, o jogo começou truncado, com os anfitriões mais coesos. Mas nem o mais otimista dos santistas esperava a falha primária de Diego Cavalieri. Marlon recuou a bola com espaço, o goleiro tricolor dominou, parou, e bateu em cima de Lucas Lima. A bola parou na rede: 1 a 0. Ficaria pior. Aos dez, Gabriel cruzou rasteiro, a bola desviou em Marlon, Gum e Higor Leite pararam, e Marquinhos Gabriel, livre, ampliou: 2 a 0, a deixa para desarrumar totalmente a equipe carioca. Aos 12, e aos 15, faltou muito pouco para o Santos fazer o terceiro, em dois lances com passes primorosos de Lucas Lima. Eduardo Batista, aos 28, resolveu mudar. Tirou Victor Oliveira e lançou Robert. A equipe ficou menos vulnerável, mas o lance de maior perigo foi do Santos, com Cavalieri fazendo nova boa defesa em chute Daniel Guedes.

Para a etapa final, saiu Osvaldo, entrou Magno Alves. Dorival Júnior não fez qualquer alteração. Logo aos dois minutos, em lance confuso, a bola parou na cabeça de Marlon, que escorou para Wellington Paulista, mas o atacante não alcançou. Foi a primeira chance real do Fluminense. O Santos teve um gol (bem) anulado, de Gabriel, e, aos 12, Wellington Paulista teve outra chance, mas parou em Vanderlei. Após dois escanteios, no contra-ataque, Neto Berola também perdeu o seu do outro lado do campo. Lucas Lima deixou Daniel Guedes cara a cara, mas Cavalieri salvou de novo. No escanteio, Gustavo Henrique, de cabeça, carimbou o travessão.

O cabeceio de Werley, já aos 25, foi para a rede, mas Sandro Meira Ricci apontou falta do santista em Gum, e anulou o gol. Lucas Gomes, sozinho, perdeu a melhor chance tricolor, cabeceando em cima de Vanderlei. Neto Berola mostrou como se faz. Do outro lado do campo, sozinho, de cabeça, fez o terceiro - Cavalieri nem se mexeu: 3 a 0. Ainda houve tempo para o gol de honra tricolor. Gol não, golaço. Robert, no ângulo, descontou, mas não foi o suficiente para impedir a derrota.


Com informações do G1

Tags: Santos - gols

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade
Publicidade
Publicidade