Portal NOticias de Uruçui

Jardins de Manuella
Matadouro na região de Uruçuí

SEMAR apreende madeira ilegal e matadouro particular é lacrado

Publicada em 09 de Julho de 2013 às 19h13


Fiscais da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) flagraram a extração ilegal de madeira na região Sul do Piauí. A operação ?Aroeira Dois?, realizada no município de Morro Cabeça no Tempo, apreendeu 240 estacas e 40 toras de aroeira, planta protegida por lei. O material já estava beneficiado e pronto para o transporte.

» Siga-nos no Twitter
A madeira estava estocada no meio da mata. ?Quando chegamos aos acampamentos, os madeireiros fugiram utilizando-se de armas de fogos. Nos acampamentos encontramos moto-serra, motocicletas, uma grande quantidade de alimentos e água, redes para dormir e todo o material que garantiria a manutenção no meio da mata, por pelo menos uma semana?, ressalta o fiscal ambiental Francisco Mascarenha.

Os fiscais percorreram a região em busca de mais acampamentos e encontraram mais depósitos de madeira. Também foram notificados dois loteamentos irregulares. As áreas foram embargadas por falta de documentação de licenciamento e execução de serviços em desacordo com a licença expedida.


Aroeira, espécie em extinção protegida por Lei Federal.

De acordo com a Semar, a região de Morro Cabeça no Tempo é visada por quem atua no desmate ilegal da espécie aroeira. O fiscal Renato Nogueira explica que alguns madeireiros passam dias ou semanas acampados na mata realizando o corte das árvores. A madeira da aroeira tem alto valor comercial, utilizada, principalmente, na construção de imóveis.

A madeira extraída ilegalmente é destinada para os estados da Bahia, Minas Gerais e São Paulo. ?Realizamos a operação acompanhados da Polícia Ambiental, mas não conseguimos efetuar prisões. A multa para este tipo de crime ambiental, considerando uma área superior a 100 hectares, é de R$ 90 mil?, informa Francisco Mascarenhas.

A aroeira é uma árvore que pode atingir mais de 20 metros de altura e é uma espécie ameaçada de extinção, protegida por lei federal. Quem realiza corte desta espécie de maneira ilegal pode ser responsabilizado criminalmente.

Toda a madeira apreendida deverá ser doada para instituições sem fins lucrativos. Já os equipamentos ? moto-serra e motocicletas, por exemplo ? estão no Parque Zoobotânico, em Teresina. Os proprietários poderão resgatá-los mediante apresentação junto à Semar.

Matadouro lacrado

Além da madeira apreendida, os fiscais da Semar lacraram um matadouro particular na região de Uruçuí. O estabelecimento já havia sido embargado e descumpria, com a continuação dos serviços, uma determinação do órgão. A multa aplicada foi de R$ 50 mil.


Fonte: SEMAR-PI

Tags: madeira ilegal - matadouro - lacrado

Fonte: SEMAR-PI  |  Publicado por: Redação Uruçui
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade
Publicidade