Portal NOticias de Uruçui

Anuncie sup 970x90
Plantio em Uruçuí já começou

SOJA: Brasil terá a segunda maior safra da história, diz Rabobank

Publicada em 03 de Janeiro de 2018 às 16h50


SÃO PAULO (Reuters) - O Rabobank estimou nesta quarta-feira que a safra de soja 2017/18 do Brasil, com colheita próxima de ser iniciada, alcançará 107 milhões de toneladas, a segundo maior da história, aquém apenas das 114 milhões de toneladas registradas em 2016/17.

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

Em relatório com perspectivas para as commodities agrícolas em 2018, o banco projetou que a área ocupada pela oleaginosa neste ciclo será de 34,5 milhões de hectares, um novo recorde.

"Por outro lado, a perspectiva é que a produtividade brasileira retorne à linha de tendência nessa temporada, para 3,1 toneladas/hectare, sendo 9 por cento inferior àquela observada na safra 2016/17, quando houve condições climáticas extremamente favoráveis ao desenvolvimento das lavouras", pontuou o banco.

De acordo com o Rabobank, a produção brasileira e a norte-americana (prevista em 120 milhões de toneladas) manterão as reservas mundiais em patamares "confortáveis".

"Em um cenário de elevada oferta e estoques em níveis relativamente confortáveis, geralmente a tendência seria de pressão sobre os preços. Porém a demanda global aquecida tem contrabalanceado e, de certa forma, sustentado as cotações internacionais", disse o Rabobank, que prevê preços na bolsa de Chicago entre 9,80 e 10,05 dólares por bushel neste ano.

Com relação ao milho, a instituição afirma que a primeira safra ("verão") alcançará 25 milhões de toneladas, em 4,9 milhões de hectares, quedas de 18 e 10 por cento ante 2016/17, respectivamente.

"Os reflexos dos preços pressionados do milho já foram refletidos na safra de verão 2017/18", disse o banco, explicando o porquê da menor produção agora após cotações deprimidas em 2016/17 em razão de uma colheita recorde.

Para o milho de segunda safra ("safrinha"), colhido no inverno, a estimativa do Rabobank é de produção de 63 milhões de toneladas em 12 milhões de hectares.

Dessa forma, a expectativa do Rabobank para a safra total brasileira de milho é de 88 milhões de toneladas, 10 por cento menor que no ciclo 2016/17.

CANA E CAFÉ
Quanto à cana-de-açúcar, cuja próxima safra (2018/19) começa oficialmente em abril, o Rabobank prevê moagem entre 580 e 590 milhões de toneladas, em linha com a observada no ano passado.

A instituição não deu previsão para fabricação de açúcar e etanol, lembrando que o mix de produção no ciclo definirá esses volumes.

"Grosso modo, cada redução de 1 por cento no mix de açúcar significaria 0,75 milhão de toneladas de produção de açúcar a menos", destacou o banco.

Por fim, para o café o Rabobank disse que há "um bom potencial produtivo para safra 2018/19".

"Apesar do atraso das precipitações, existe uma grande expectativa de alta produção, principalmente por causa da recuperação do conilon no Espírito Santo".

A instituição prevê uma safra neste ano entre 57 milhões a 59 milhões de sacas, das quais 28 por cento de conilon.


Cominformações do Notícias Agrícolas
(Por José Roberto Gomes)


Tags: Plantio - SOJA

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade