Portal NOticias de Uruçui

Clinica ISO topo
Não tem mais o meu respeito

Tiago Vasconcelos chama ex-técnico Athirson de 'covarde e sorrateiro'

Publicada em 22 de Abril de 2016 às 09h42


Tiago Vasconcelos Tiago Vasconcelos Um dia após o ex-técnico do Flamengo-PI, Athirson Mazzoli, ter reunido a imprensa e atacado intensamente a diretoria rubro-negra e ainda ter elogiado o maior rival River, o presidente do Esporte Clube Flamengo do Piauí Tiago Vasconcelos, também reuniu a imprensa em escritório do clube localizado no Centro de Teresina na tarde desta quinta-feira (21/04).

» Siga-nos no Twitter
» Participe da comunidade no Orkut

Tiago estava irritado com a situação e de início disse que não recomendaria Athirson como técnico para nenhum clube do país, "Não tem meu respeito", disse.

Na fala do ex-técnico, as principais acusações foi com relação a atraso de salários, jogador que não tinha o que comer e que ele (Athirson) teve que comprar pão para alimentar os atletas, se queixou do transporte que lhe foi tirado e de ratos encontrados na Casa do Atleta.

Tiago começou revidando cada ponto falado por Athirson. Primeiro disse que o clube perdeu patrocínios por conta da eliminação na Copa do Nordeste. Depois, segundo Tiago, foi descoberto que o ex-técnico incluía bebidas no almoço e teve que cortar a conta em um restaurante da capital, pois isso não estava combinado entre as partes. Depois falou dos ratos, disse que isso não era motivo para as derrotas e que em janeiro havia mandado dedetizar o local e o problema foi resolvido.

"Ele não foi sincero em suas declarações contra o clube, principalmente quando falou dos motivos de seu desligamento", disse Tiago. Ele lembrou da goleada de 5 a 0 que tomou do Ceará, depois de uma viagem para Parnaíba onde o Flamengo enfrentou o time local e o técnico aproveitou para esticar mais uns dias para aproveitar o litoral, mesmo sabendo que durante a semana haveria treinamento e por fim a sua saída para O Rio de Janeiro que demorou além do que havia sido combinado. "Quero saber onde é que um funcionário se ausenta por dez dias no trabalho, sem avisar ao chefe e fica tudo normal", disse.

VEJA AQUI A COLETIVA COM ATHIRSON

"Ele aumentou o problema ao invés de procurar a solução junto à diretoria. Ele criava um ambiente hostil para nos pressionar e isso pra mim é altamente covarde e sorrateiro, pra mim se resolve um problema indo atrás da solução e isso foi desleal da parte dele."

Agora o caso está sendo resolvido pelos advogados de ambas as partes e o presidente Tiago Vasconcelos disse que aprendeu a lição. "Eu me responsabilizo pelo que aconteceu. Serviu para aprender. Não contratamos mais pessoas de fora, que não conhecem a realidade aqui do futebol do Nordeste?.


Com informações do 180graus

Tags: Tiago Vasconcelos - covarde

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante
Publicidade
Publicidade
Publicidade