Portal NOticias de Uruçui

Hibisco
Descaso na educação de Uru

VEREADORA Patrícia faz desabafo contra gestão Wagner; ´o povo não precisa aceitar´. Entenda

Publicada em 21 de Março de 2017 às 08h03


A sessão plenária da Câmara de vereadores foi badala, a reunião ordinária que era para ser também uma audiência pública com os vigias do município e a administração não houve, mas foi o suficiente para que um dos membros da Casa abrisse o coração e externasse seu sentimento em relação aos primeiros três meses da gestão do prefeito Francisco Wagner. Estamos falando da vereadora Patrícia Moreira (PMDB), que ao usar a tribuna da Câmara Municipal reproduziu o sentimento da maioria dos uruçuienses acerca desse início de gestão, sobretudo daquelas pessoas que estão sendo privadas das políticas públicas básicas pela inércia do poder público.

» Siga-nos no Twitter
Na ocasião, ao proferir um sensato e breve discurso, a parlamentar fez os devidos agradecimentos e reconhecimentos aos setores da atual gestão que de forma tímida e lenta dão os primeiros passos. Destacou que uma educação de qualidade não se faz de expectativas, já que até a presente data é a única resposta dada aos estudantes da zona rural que não tiveram o ano letivo iniciado, sobretudo os da região a qual bem representa a vereadora, comunidade Cabeceira da Estiva. Ora, até o momento, a ´zona rural não teve nenhuma explicação pela demora, dando algum tipo de satisfação para os pais´.

Patrícia lembra que sendo filha da zona rural, sempre observou o esforço que cada família faz para proporcionar estudo aos seus filhos e faz premente apelo ao executivo municipal que ´Aquilo que vocês não querem para seus filhos e netos, não dêem para nós´, cobrando assim providências e explicações sobre o ano letivo não ter iniciado, com respostas concretas e livres de inverdades baseadas em dizeres acerca da gestão passada, já que todos estão cientes de que as verbas ficaram em caixa e eram suficientes para iniciar as atividades.

Ao exigir respeito ao povo, lembra que ´aquele povo somos nós! Hoje estamos aqui, mas, um dia fomos também como eles!´

Destacando a inércia dos gestores nesses setenta dias de governo, aponta como inaceitável que os postos de saúde da zona rural ainda estejam fechados diante de uma necessidade precípua à vida humana: a saúde! Bem lembra a parlamentar que ´saúde não espera nem um segundo, que dirá setenta dias´. Relembra ainda sua função e dos demais vereadores em respeitar e defender o povo.

Reivindica ainda que a gestão esteja mais próxima das comunidades da zona rural conhecendo as realidades, se desvinculando do passado e caminhando para frente além do que cobra mais honestidade da equipe de governo em abrir os olhos do gestor para a realidade, sob a égide da honestidade e não da farsa e da fantasia com que muitos têm gritado nas esquinas que está tudo bem.

A vereadora teceu elogios às pastas que estão em funcionamento reiterando sua torcida por uma gestão eficiente já que toda a comunidade uruçuiense será beneficiada se assim ocorrer. Entretanto, aponta que não fechará os olhos para aquilo que não corresponder aos anseios do povo e que fará oposição, mas, uma oposição responsável já que ´saúde e educação não esperam´. E, finalizou dizendo que não adianta frases e respostas do tipo ´aceita que dói menos?, por que nesses casos, a dor será em todos, sobretudo naqueles mais simples que vivem da roça na luta para que os filhos estudem, concluindo que ´não precisamos aceitar, por que nós temos voz! ´.

Tags: Vereadora - Patrícia - desabafo

Fonte: Da redação  |  Publicado por: Da Redação
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade Cerrados Restaurante